Colunas

Para vender o imóvel rápido, é preciso abaixar muito o preço?

Por:Vinicius Nunes

Muitos proprietários de imóveis acreditam que para vender rápido é preciso abaixar muito o seu valor. Em alguns casos, até se incomodam, pois o seu bem está “barato” e mesmo assim não conseguem vender.

O fato é que, na maioria das vezes, o comprador não está buscando somente preço baixo, e em muitos casos prefere até pagar mais caro para não ter que fazer uma reforma ou ter a dor de cabeça de regularizar uma documentação.

Mas afinal, quais os fatores que contribuem para uma venda mais rápida?

Pensando nos imóveis residenciais, certamente um dos fatores mais importantes para a decisão de compra do pretendente é o estado de conservação. Executar pequenos reparos e uma pintura nova com cores neutras muitas vezes é o suficiente para dar aquela revitalizada que deixa a casa mais aconchegante. Pode até parecer um gasto, mas na verdade é um investimento já que a maioria das pessoas não pretende iniciar uma obra depois de comprar.

Deixe a documentação em ordem. A cada dia que passa, os compradores estão mais bem informados e a documentação regularizada é outro pré-requisito para avançar em uma negociação. Além disto, permite que o imóvel seja adquirido por financiamento bancário, por exemplo. Com a onda atual de baixa dos juros, se a documentação está irregular, automaticamente o público alvo acaba sendo limitado.

Outro fator importante. Trabalhar na faixa de valor correta é sim um ponto que vai definir a velocidade de venda do imóvel. Não adianta manter a casa e a documentação em ordem, mas agregar valor sentimental na hora de determinar o preço. Lembre-se também que imóvel é um investimento como qualquer outro e está sujeito a lucros e prejuízos.  Consulte um corretor de imóveis para ter uma opinião embasada sobre o real valor de mercado, e não aceite avaliações aleatórias. Questione sempre o que levou o corretor a chegar naquela cifra e tome cuidado com os que tentam precificar depois de simplesmente dar uma volta pela casa.

Por fim, estando com a casa em boas condições, a documentação regularizada e o valor de mercado adequado, o que você precisa para vender mais rápido é caprichar na divulgação. Escolha uma imobiliária que tenha boa visibilidade e que se preocupe em fazer anúncios de qualidade. Atualmente, 75% dos compradores de imóveis inicia o processo de busca pela internet e é fundamental que o seu esteja amplamente anunciado e com qualidade nas fotos, além de informações completas e corretas.

Sucesso na venda! E pense bem se derrubar o preço é realmente o que fará seu imóvel ser vendido mais rápido.

Vinicius Nunes – CRECI 145.140-F