Gente nossa

Arquitetura, um dom que o fascinou

Ter um caiçara, que adora Caraguatatuba, sua terra natal, e esbanja seu talento em projetos arquitetônicos, é uma honra imensa para nós da Revista Casa Praia.

Ele, hoje, é um dos principais arquitetos e urbanistas da região. Começou a desenhar aos 15 anos, quando na época os desenhos eram feitos a mão, ainda sem recursos gráficos digitais. “Isso era bem intenso e me fascinava tanto que acabei atraindo vários clientes arquitetos. Foram tantas experiências na área que nunca pensei em algo para mim a não ser a arquitetura”, revelou João Fernandes da Silva Marchetti.

Desde que começou a desenhar, na sua juventude, teve a oportunidade de trabalhar em diversos escritórios, além de prestar serviços para arquitetos das quatro cidades do litoral. “Também fui colaborador em grupos de trabalhos de concursos para arquitetura e urbanismo”, contou.

João Marchetti ingressou na faculdade em 2008 e concluiu após cinco anos. Voltar a estudar ainda está em seus planos. Anos atrás, chegou a iniciar uma especialização, porém naquele momento optou em estar mais próximo da família, com o nascimento de sua filha. “Já planejo voltar à especialização”, disse o profissional.

Simples. Com essa palavra João Marchetti definiu seu estilo em seus projetos. “Não me sinto à vontade em qualificar minha arquitetura como minimalista. Acho que o minimalismo é algo difícil de atingir, porém gosto daquela arquitetura que não necessite de adereços, que o projeto estruturalmente fale por si. Para mim deve ser simples, objetiva e autêntica”.

Responsabilidade, transparência e honestidade são os principais pilares que sustentam sua carreira. “Vejo com relevância o papel do arquiteto e urbanista para com o desenvolvimento de uma cidade, o quanto nossa profissão deve contribuir para levar qualidade de vida para as pessoas, seja pensando espaços públicos ou privados. Ser arquiteto e urbanista me satisfaz não só como profissão, mas como ser”, ressaltou.

Para João Marchetti, a região tem muito a se desenvolver. “Acredito que a duplicação da Tamoios e os contornos norte e sul contribuirão muito para o desenvolvimento econômico das quatro cidades. Acredito também que alguns cuidados devam ser tomados para que esse crescimento aconteça de forma sustentável, para que a atividade econômica prospere de maneira responsável, com os cuidados necessários para que possamos desfrutar de um futuro seguro, em harmonia com o meio ambiente.

João Marchetti, um profissional de capacidade indiscutível, talento que nasceu com ele e apaixonado pela região. É uma honra tê-lo como Gente Nossa.