Matérias

Cozinhas: Bancadas claras ou escuras?

Ao escolher o material a ser utilizado nas bancadas da cozinha, é preciso levar em consideração a forma que o ambiente é utilizado pelo cliente. A rotina e sua relação com os cuidados diários de manutenção e limpeza são questões fundamentais a serem observadas.

As pedras claras tendem a salientar mais as manchas, como copo de água. “O ideal é trabalhar com tábuas para o corte dos alimentos, principalmente com itens ácidos, caso do limão e beterraba. Itens com café são os maiores causadores de manchas. Em bancadas claras, como o branco siena, por exemplo, o contato de itens molhados, como copo, lixeira, porta-detergente, já causam manchas definitivas”, explica Clarissa Madruga Custódio, do escritório Impacto Arquitetura. “Nas bancadas escuras, as manchas também ocorrem, porém não são tão visíveis”, complementa.

Mas como evitar as manchas? De acordo com a arquiteta, tanto nas bancadas claras como nas escuras, a questão é manutenção, tomar o cuidado de efetuar os cortes em uma tabua reservada, que pode ser do mesmo material ou de madeira, tendo o sulco para conter o liquido.

“Bancadas brancas têm sido o xodó para ter cozinhas mais claras e clean. A preocupação com os cuidados é maior, independente do tipo de material. Seja sintético ou porcelanato, precisa ter cuidado. Produtos de limpeza tendem a amarelar se usados em excesso”, comentou Clarissa.

O ideal para quem opta por bancadas claras é ficar mais atento na limpeza e efetuá-la tão logo aconteça a mancha, para assim ter uma durabilidade maior da pedra. “Manchas de café no prime saem totalmente se retirado imediatamente, mas após algumas horas fica bem mais difícil de retirar”, frisou.

“Granitos naturais com rajados mais concentrados tendem a disfarçar mais as manchas, exemplo do granito Delicatus”, finalizou.