Matérias

O quarto ideal para o seu bebê

Na hora de projetar o quarto do bebê, cores neutras e pastéis são sempre uma boa escolha, pois trazem uma sensação de aconchego e conforto, além de tornarem o ambiente mais tranquilo, evitando deixar os bebês agitados.

Segundo a engenheira Kátia Bittencourt Botelho, o ideal seria optar por esses tons nas paredes e móveis, como cômodas, armários e poltronas e deixar a escolha de cores mais vibrantes e ousadas para os adornos e enfeites.

“Papéis de parede ou adesivos com tema lúdico podem estimular a criatividade e o desenvolvimento da criança. Uma dica é escolher uma das paredes do cômodo e ousar na criatividade. Caso exista a vontade de aplicar o revestimento nas outras paredes, deve ser feito a uma altura equivalente a dois terços da altura da parede, pois essa variação de superfícies lisas e estampadas gera mais equilíbrio na composição”, disse.

Uma outra dica interessante é colocar no quarto quadros com desenhos lúdicos, os quais possuem a mesma finalidade, chamando a atenção das crianças e auxiliando no desenvolvimento.

“Para reforçar a identidade do espaço, os pais podem brincar com temas e apropriá-lo de diversas maneiras, como nos revestimentos, estampas dos estofados, colchas e objetos de decoração. Outro ponto importante é a iluminação. Como os bebês, principalmente os recém-nascidos, possuem os olhos bastante sensíveis, a iluminação é um dos assuntos mais importantes no projeto do quarto”, revelou a profissional.

Kátia ressalta ainda que uma iluminação bem planejada pode transformar qualquer espaço. A iluminação direta é importante, pois é com ela que se cobre todo o ambiente. Geralmente, ela está localizada no centro do quarto. Essa iluminação fixa pode receber o dimmer para controlar a intensidade da luz e torná-la mais versátil e confortável durante à noite ou até mesmo para momentos de amamentação”, frisou.

O cuidado maior fica com a definição da iluminação indireta, com a qual pode-se valorizar a decoração. “Luzes direcionadas para nichos, prateleiras, estantes e armários são sempre bem-vindas. Claro, é importante ter um cuidado com o foco da luz, para que ela não fique direcionada para as áreas de uso do bebê, como o berço e o trocador. Um abajur ao lado da poltrona de amamentação também é uma boa alternativa”, finalizou.