Matérias

Quer valorizar o seu imóvel?

Você já ouviu falar de Retrofit? O Retrofit reabilita e recicla edificações, incorporando algo mais moderno. Esta solução vai além da reforma, pois garante valorização da construção no mercado imobiliário.

Segundo Katia Bittencourt, engenheira responsável pela Villa Engenharia, diferentemente da construção que começa do zero, este modo  exige uma abordagem específica, o que implica outros desafios como o fato de projetar com base em algo que já existe, pois as características comuns aos prédios antigos, como estruturas compartimentadas, alvenaria estrutural e instalações hidráulicas de ferro, muitas vezes dificultam a instalação de sistemas contemporâneos, por exemplo, de iluminação, climatização, comunicação e combate a incêndios.

“O principal benefício de um Retrofit é transformar um imóvel antigo num edifício novo, seja em termos estéticos ou de uso, que realça a construção preexistente. Deve-se entender as necessidades do cliente e ver se a adequação é possível tecnicamente e financeiramente. Além disso, avaliar se está de acordo com as normas urbanísticas aplicáveis, e o importante é fazer um bom estudo para identificar os possíveis ganhos antes do início da obra, já que os Retrofits costumam apresentar algumas surpresas durante a execução”, disse Katia Bittencourt.

A engenheira revela que para evitar essas surpresas, é importante realizar um bom levantamento cadastral (etapa em que se desenha a edificação com todos os elementos construtivos identificados). “Esse trabalho deve ser feito junto com a equipe de projeto e equipe de obra, que verificam as reais condições do imóvel. O erro neste levantamento cadastral leva à interpretação equivocada de informações relativas à preexistência do edifício e dificulta a execução”, finalizou.